A dieta do momento: Dieta Dukan

O método Dukan é a mais nova sensação entre as dietas, recorrido por pessoas famosas como a princesa Kate Middleton, Jennifer Lopez e Penélope Cruz. Criada pelo médico francês Dr. Pierre Dukan, a dieta promete emagrecimento rápido e manutenção do peso para a vida toda, sem o temido efeito sanfona.  O método já é um sucesso na Europa, o livro com o programa alimentar vendeu mais de 3,5 milhões de cópias na França em 2008, e agora se expandiu para a Inglaterra e Estados Unidos. No Brasil o programa está detalhado no livro “Emagreça sem Sacrifícios”, uma edição de bolso da editora Ediouro.
Também chamada de dieta francesa ou dieta das proteínas, promove a perda de peso de forma progressiva, com uma alimentação saudável, sem restrições. O cardápio é rico em proteínas e vegetais e segue fielmente 4 etapas : ataque, transição, consolidação e estabilização. É muito útil para quem faz musculação, pelo fato da proteína ajudar na formação do tecido muscular. A proposta de Dukan é considerada saudável por indicar o consumo de proteínas vindas de gorduras boas em carnes magras e uso de pouco óleo. A alimentação é baseada no cardápio de nossos antepassados, divididos em 72 alimentos de origem animal e 28 de origem vegetal. Assim, a pessoa pode comer à vontade de acordo com as instruções das fases.

Veja os procedimentos diários de cada fase:

1ª FASE : ATAQUE – Fase das proteínas puras (PP)

Utilize essa tabela para calcular quantos dias são necessários para fazer a dieta do ataque de acordo com a quantidade de quilos que deseja perder.

Total de kilos que deseja emagrecer

Até 5 kg

De 5 a 10 kg

Mais de 20 kg

De 10 a 20 kg

Faça a dieta do ataque por…

1 dia

3 dias

5 dias

7 a 10 dias

Sendo assim, na fase 1 você perderá…

1 kg

1 a 2,5 kg

2 a 3 kg

Não especifica

Nessa fase a pessoa ingere apenas proteínas magras com poucas restrições de quantidade. Os alimentos devem ser cozidos, assados ou grelhados.

Cardápio
Carne magra: de vaca e sem gordura
Carne branca: aves (peito de peru, frango sem pele)
Peixe: todos os tipos
Miúdos: fígado, rim, língua de vitela e ponta da língua do boi (parte menos gordurosa).
Frutos do mar: camarão, lula e marisco
Frios: presunto light e peito de peru defumado
Laticínios: queijo e iogurte (só duas porções) livres de gordura
Ovo: dois por dia, preparados sem óleo ou na manteiga ou clara de ovo
Bebida: de 1 litro e meio 2 litros em forma de chá sem açúcar,  água, café, bebidas light.(iogurte desnatado) e adoçantes
Temperos: ervas, cebola e alho. No preparo, use pouco óleo.
E também 1 colher e meia de farelo de aveia por dia.

2ª FASE: TRANSIÇÃO – Fase da alternância de proteínas (PL)

Essa é a fase principal do emagrecimento, pois ela só acaba quando a pessoa atinge o peso desejado, sendo um processo lento, mas eficaz. Legumes e verduras são acrescentados na dieta, exceto os alimentos ricos em carboidratos como os cereais, grãos e tubérculos (milho, arroz, abacate, leguminosas, ervilhas e batatas).

Cardápio

Todos os alimentos da fase 1

Legumes, tomate, pepino, rabanete, espinafre, aipo, erva-doce, alface, acelga, berinjela, pimentão

Para perder 10 kg, consuma proteínas puras em 3 dias e proteínas + legumes nos outros 3.

Para perder mais de 10 kg, faça o mesmo, mas com 5 dias.

3ª FASE: CONSOLIDAÇÃO

Fase em que se mantém o peso conquistado com repetição do cardápio anterior + introdução de uma fruta por dia e duas refeições livres durante a semana. A duração é de 10 dias a cada peso perdido – por exemplo, se você perdeu quatro kilos deve manter essa fase por 40 dias. Dessa forma o organismo tem tempo para se adaptar ao novo peso, sem o risco de inflar e causar uma recaída.
Alimentos anteriormente proibidos (massas) são liberados para uma refeição duas vezes na semana, mas com moderação.

Cardápio

Carnes brancas, ovos, todos os peixes e mariscos, laticínios magros, legumes cozidos ou crus

1 peça de fruta por dia (mas evite bananas, uvas e cerejas)

Pão integral (duas fatias por dia)

2 refeições por semana (massa, arroz, batatas, leguminosas, estrogonofe, o que tiver vontade)

Como se alimentar – Repita o cardápio da fase 1 apenas uma vez por semana.
Nos outros dias, coma proteínas e vegetais à vontade.
Diariamente, coma uma porção de fruta, duas fatias de pão integral e duas (40 g) de queijo. Acrescente, a cada sete dias, duas porções (200 g) de féculas, como massas, lentilha, arroz e batata.

4ª FASE: ESTABILIZAÇÃO

Repetição da primeira fase 1 vez por semana, consumo de água ou outros líquidos, 3 colheres de farelo de aveia por dia e até 30 minutos de exercícios diários.

Cardápio

Contém de tudo. Para não voltar a engordar, cumpra a etapa da manutenção uma vez por semana.
O efeito sanfona é combatido através da estabilização do peso, conseqüente da dedicação à dieta mais agressiva da fase de ataque 1 vez por semana.
Esta é a fase mais duradoura da dieta Dunkan, portanto, tome cuidado.

Como se alimentar – Escolha o que quer comer durante seis dias da semana.
No sétimo dia, faça a dieta de ataque.
Diariamente, coma três colheres (sopa) de farelo de trigo ou aveia. As fibras desses alimentos regulam o trânsito intestinal.
Aumente também a ingestão de líquidos: tome ao menos dois litros todos os dias.
A dieta Dunkan tem suas vantagens e desvantagens, por isso, procure um médico endocrinologista ou nutricionista antes de segui-la.
Vantagens
– perda rápida de peso no primeiro mês, preservação da massa muscular, não deixa a pessoa sentir fome, é variada e não repetitiva, fácil de ser seguida.
Desvantagens
– pode provocar: algumas carências de vitaminas, fibras e sais minerais, fadiga na primeira fase, prisão de ventre, sobrecarregamento do fígado e rins.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade