A relíquia – Eça de Queiroz

A Relíquia foi um livro escrito por Eça de Queiroz (1845 – 1900) em 1887. Esta obra faz parte dos grandes romances da segunda fase do escritor, desde O Crime do Padre Amaro (1875) até Os Maias (1888).

O realismo utilizado nas obras de Eça com um estilo quimérico e sarcástico se traduz bem em A Relíquia. Isso foi bem apontado por um grande admirador do escritor, o também escritor Jorge Luis Borges, da Argentina.

A história narra as aventuras de Teodorico Raposo, um rapaz que ficou órfão quando criança e se instalou por caridade na casa de sua única parente viva, sua tia Patrocínio das Neves, conhecida como Titi. Ela resolveu aceitar criar o sobrinho. Titi era uma rica e solteira, morava em um casarão na cidade de Lisboa, Portugal com muitos empregados e é muito rigorosa quanto à sua religião.

A Relíquia, acima de tudo, faz uma crítica e também uma sátira bem divertida ao catolicismo em Portugal, através das memórias de Teodorico Raposo, que pelas mulheres é conhecido como Raposão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade