Células tronco – Conhecendo mais um pouco sobre elas

As células troncos também são conhecidas como células mães e células estaminais. São células com maior capacidade de divisão, dando origem a duas novas células como as progenitoras.

Quando se trata de células troncos de embriões elas ainda têm a capacidade de se transformar através de um processo chamado de diferenciação celular podendo se adaptar a outros tecidos do corpo como ossos, nervos e músculos.

Com isso, as células troncos passam a ter um papel muito importante na aplicação terapêutica, combate de doenças cardiovasculares, neurodegenerativas, diabetes melitus tipo 1, acidentes vasculares cerebrais, entre outros.

 

Células tronco - Conhecendo mais um pouco sobre elas

Os pesquisadores tem buscado usar estas células para recuperar tecidos danificados por essas doenças e traumas. O primeiro registro de uso de célula tronco em um animal selvagem ocorreu com um lobo guará atropelado.

Além das células tronco embrionárias existem também as do cordão umbilical, da medula óssea, do sangue, do fígado, da placenta e do líquido amniótico. Esta descoberta aconteceu na Escola de Medicina da Universidade de Wake Forest na Carolina do Norte, Estados Unidos em 2007.

No Brasil é permitido o uso de células troncos embrionárias para fins de pesquisa e terapia, mas é necessário que sejam embriões inviáveis ou congelados a três anos. De qualquer forma eles só podem ser utilizados desta forma com o consentimento dos pais. É criminosa a comercialização deste material biológico.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade