Cerveja artesanal – Tradição e mais sabor

A famosa “gelada” é consumida em grande quantidade no mundo inteiro e é uma das paixões dos brasileiros, indispensável nos momentos de lazer. Já sabendo disso, os fabricantes investem com força total na produção e no marketing da bebida, que é garantia de lucro para eles, produzindo de modo sistemático para atender à enorme demanda. Assim, acabam visando mais a quantidade do que a qualidade. Das pequenas cervejarias, as bebidas partem para os locais de venda e logo vão parar nas mãos de consumidores afoitos por uma cervejinha. Geralmente compram as de uma determinada marca a qual estão habituados e dão-se por satisfeitos. Sem problemas, mas não é bom variar de vez em quando e conhecer outros sabores? Não estamos falando em mudar de marca, mas apreciar uma cerveja especial, superior, preparada com paixão para ter o sabor profundamente apreciado. Trata-se da cerveja artesanal, bebida com aroma e gosto incomparável.

No Brasil, essa prática caseira de fabricação, chamada Home-brewing não é muito conhecida. Já em países como a Bélgica, a República Checa, a Inglaterra e a Alemanha, é tradição. A expressão surgiu nos EUA, que adotou esse processo recentemente.

O número de cervejeiros caseiros tem aumentado, inclusive aqui no país; eles veem a prática como uma forma de resgatar a cultura da cerveja e aprender sobre ela. A cerveja artesanal pode ser fabricada em casa, reproduzindo estilos disponíveis no mercado ou ainda outros. O processo é simples, mas requer paciência, pois é gradativo, levando semanas para chegar ao resultado final. É pra quem é cervejeiro de coração! Os equipamentos e ingredientes podem ser comprados em sites especializados.

Ingredientes que compõem a cerveja:

Água: representa mais de 90% do produto, escolha uma sem sabor ou odor.

Malte: trata-se de cevada malteada (umedecida e levada ao ponto de germinação), que forma o mosto e dá cor à cerveja de acordo com a tostagem.

Lúpulo: flor de uma planta canabinóide, que dá à o sabor amargo, além de aroma e gostos característicos.

Levedura: bactérias que transformam a cerveja de um mosto (sopa) doce a uma bebida alcoólica e carbonada.

A Fabricação é realizada por fases, das quais a primeira é preparação do mosto e a sua posterior fermentação (acrescentar levedura e esperar que o açúcar se transforme em álcool e CO2).

Quer saber mais? Há vários sites que oferecem cursos e vendem kits para a fabricação de cervejas artesanais: www.cervejaartesanal.com.br

www.cerveja-caseira.com

www.comofazercerveja.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade