Charme, A dança do momento

A dança Charme é um sucesso nos Bailes do Divino, bairro fictício da novela global Avenida Brasil, e desde que essas cenas foram ao ar, muitas pessoas têm se interessado em conhecer e aprender os passinhos da nova dança. Na verdade não é uma nova dança, é um ritmo presente em certas festas do Brasil que voltou a ser tendência. Caracterizada pelas coreografias coletivas guiadas pelo som do black music, é bastante visual e contagiante.

O termo Charme era usado antigamente no país para se referir ao gênero musical R&B. Na década de 70, o soul music e o funk americano eram executadas por Djs e dominavam as festas brasileiras. Enfraqueceram com a chegada do pop rock e do disco music entre 1976 e 1977. Em 1980, o DJ Corello fez nascer o termo Charme ao realizar experiências em bailes do Rio de Janeiro com novas introduções ao Black Music. Durante um deles, ao notar os movimentos corporais diferenciados gerados pelo som que tocava, comentou: “Chegou a hora do charminho, tranze seu corpo bem devagarinho”. Depois disso, as pessoas passaram a falar: “agora eu vou pro charminho, vou ouvir um charme, vou lá no Corello que vai ter charme“. E assim, pegou.

No início dos anos 90, artistas e grupos nacionais começaram a produzir e adaptar canções baseadas nesse gênero. Exemplos: Alexandre Lucas, Fat Family, Sampa Crew, Copacabana Beat, Claudinho & Buchecha, Fernanda Abreu, D’Black, entre outros.

Nos bailes, a criatividade dos frequentadores é notada na criação de coreografias e nas competições de dança. O estilo das roupas e penteados também se destacam, fazendo do Charme um movimento popular de reinvenção da identidade cultural negra.

Onde encontrar bailes Charme:

Projeto cultural Point Chic Charm – em Padre Miguel, zona oeste do Rio de Janeiro, aos domingos.

Espaço Cultural Rio Charme – embaixo do viaduto Negrão de Lima, no bairro de Madureira, no Rio de Janeiro, nas noites de sábado.

Quinta Soul Charme –  em Brasília, todas as quintas-feiras.

 

One Response to Charme, A dança do momento

  • OSCAR says:

    GOSTARIA DE INFORMAR QUE A OUTROS PONTOS DE ENCONTROS HOJE NO RIO DE JANEIRO ,QUE ESTAO PASSANDO POR UMA GRANDE TRANSFORMAÇAO CULTURAL EM RELAÇAO AO CHARME COMO SESC DE MADUREIRA E PARQUE DE MADUREIRA VALE APENA OBSERVAR ATE MESMO COMO FONTE DE ESTUDOS ,HOJE TEMOS O MAIS JOVEM DJ AGULHA BLACK DA RADIO SOUL BLACK FM FAZENDO PARTE DISSE SENDO APLAUDIDO ATE MESMO PELO GRANDE PERCURSOE O GRANDE DJ MARCO AURELIO OPS CORELLO DJ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade