Conheça os tratamentos de celulite, e veja qual é o ideal para você

A celulite é um dos maiores pesadelos que atormentam as mulheres. Ela não escolhe idade, cor da pele ou tipo físico para se manifestar, quando menos se espera, ela está ali. No mercado, encontramos diversos tratamentos e produtos destinados a acabar com os indesejados furinhos, mas antes de utilizar qualquer um deles, conheça o tipo adequado para o seu caso.

Os cremes são o tipo de tratamento mais acessível às consumidoras, tratando de forma menos profunda, ou seja, prevenindo e melhorando a textura e relevo superficial da pele nos graus iniciais de celulite. Eles não retiram a gordura, mas melhoram a aparência da pele. Geralmente contêm ativos eficazes como o retinol (que estimula a formação de colágeno e diminui o relevo da pele), a cafeína (atua nas células de gordura), ureia (hidratante), HMC (anti flacidez) e pilosela (ação drenante). A mesoterapia e a massagem suavizam as celulites, o primeiro com aplicações de injeções.
Se suas celulites estão em um estado mais grave, é necessário recorrer a tratamentos mais pesados com tecnologias mais avançadas. Conheça algumas opções para cada caso:

Celulite com flacidez
Radiofrequência – feito através de aparelhos com ondas elétricas, tensiona as fibras de colágeno deixando a pele mais firme. Também ajuda a melhorar a textura e a modelar o corpo. Na 2º sessão os resultados já começam a aparecer.
Velashape – une no mesmo equipamento a radiofrequência, raios infravermelhos e manipulação mecânica. As duas primeiras agem na flacidez (uma de forma mais profunda e a outra superficialmente). A massagem é feita por rolos de sucção que melhoram a circulação, diminuindo o inchaço.

Gordura localizada
Carboxterapia – feito através de aplicações contendo gás carbônico (CO2), o gás melhora a circulação sanguínea e oxigenação dos tecidos dando firmeza à pele. Os resultados são rápidos, sendo possível diminuir 2 centímetros de gordura nas primeiras seções.

Dor e inchaço
Carboxiterapia – o método também melhora a oxigenação dos tecidos e a circulação sanguínea, ajudando a nutrir as células e diminuindo o inchaço.
Endermologia – técnica realizada por meio de aparelhos que massageiam a pele aumentando o fluxo sanguíneo e auxiliando o organismo na liberação das toxinas pelo sistema linfático.

Celulite com depressões profundas
Subcisão – microcirurgia que rompe as traves subcutâneas, que puxam a pele para baixo e formam aquela depressão mais acentuada.
Preenchimento com ácido hialurônico – temporário, preenche as depressões mais profundas da celulite.

Os resultados também dependem de uma alimentação saudável aliada a atividades físicas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade