Conheça um pouco da Mitologia Romana

A Mitologia Romana era formada por crenças e práticas de adoração a vários deuses semelhantes aos da Mitologia Grega, mas com nomes diferentes. Os romanos tinham muito respeito pelos deuses e realizavam rituais e cultos para agradá-los visando garantir a harmonia deles com os humanos. Acreditavam sem questionar e especular sobre a origem desses deuses, sendo essa uma das diferenças em relação aos gregos. Outra diferença era o fato dos homens não terem contato direto com os deuses. Mas fora isso, havia muitas semelhanças com a Mitologia Grega; os deuses romanos também apresentavam características humanas e alguns partiam de adaptações gregas. Todos os acontecimentos eram atribuídos a eles, por isso deveriam ser honrados para o bem estar do povo, que incluía saúde, prosperidade, sucesso nas guerras e boas colheitas. Essa crença passou a ser abalada após algumas catástrofes ocorridas principalmente por guerras. Dessa brecha, apareceram nos séculos seguintes as religiões orientais e o Cristianismo, reconhecido como a religião do povo em 313 d.C.

Os mitos romanos eram na verdade lendas sobre a origem de Roma. O foco principal das narrativas não era os deuses e sim os acontecimentos que levaram ao início de tudo que pertencia à cidade e aos cidadãos. Eram um conjunto de mitos históricos acerca da glória e da fundação de Roma envolvendo personagens humanos com ocasionais intervenções divinas.

Os principais deuses romanos eram:

Júpiter – deus dos deuses, senhor do Universo, deus dos céus e do dia;

Apolo – deus do sol, da medicina, entre outros;

Juno – deusa dos deuses, deusa da força vital protetora da mulher, do casamento e parto;

Marte – deus da guerra;

Vênus – deusa do amor e da beleza;

Diana – deusa da castidade, da lua e da caça;

Ceres – deusa da agricultura e da fecundidade da Terra;

Baco – deus da alegria, do lazer e do vinho;

Mercúrio – deus mensageiro e do comércio;

Minerva – deusa da sabedoria;

Netuno – deus dos mares;

Pã – Deus das montanhas, dos pastores e dos rebanhos;

Plutão – deus do submundo e das riquezas dos mortos*

Saturno – deus da agricultura;

Tellus – deusa da terra;

Vulcano – deus do fogo;

Cupido – deus do amor;

Esculápio – deus da medicina;

Fortuna – deusa da riqueza e da sorte;

Deuses, mais próximos ao cotidiano:

Deuses Penates – protetores da família e das provisões.

Deuses Lares – protetores dos campos e do lar.

Deuses Diparates – protetores dos antepassados.

Deuses Manes – protetores dos espíritos dos parentes mortos.

Deuses Gênios – protetores da capacidade procriadora do homem.

Deuses Janu e Vesta – protetores das portas e do lar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade