Consumo diário de carne vermelha aumenta risco de morte

Pesquisa realizada nos EUA aponta que uma porção diária de carne vermelha processada é capaz de aumentar o risco de morte (prematura) em até 20%, e também que substituir a carne vermelha por carne de peixe e frango, reduz este risco de morte. O estudo foi feito por especialistas de Harvard com mais de 120 mil pessoas.
Segundo os pesquisadores, o consumo frequente e contínuo de carne vermelha aumenta o risco de doenças no coração e câncer. Porém, se substituída por carne de peixe ou frango, esse risco cai. É enfatizado que o a carne vermelha processada aumenta ainda mais este risco.
Numericamente, o estudo diz que aqueles que comiam uma porção diária de carne vermelha tem um risco 13% maior do que os que não comiam carne vermelha com frequência. E, se a carne era processada (como salsichas ou toucinho), o risco aumenta para 20%. A carne processada contém ingredientes nocivos, como gorduras saturadas, sódio, nitritos, entre outros, que estão vinculados a muitas doenças crônicas, inclusive câncer.
O estudo também mostrou que substituir a carne vermelha por nozes reduziu o risco de mortalidade em 19%, o consumo de grãos ou de carne de aves diminuiu o risco em 14% e o peixe em 7%, afirmam os autores da pesquisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade