Desenhar e colorir desenhos desenvolve o imaginário infantil

Para desenvolver o imaginário infantil das crianças que ainda se encontram no maternal, procure sempre oferecer a elas desenhos bem simples de colorir, sendo que os desenhos devem preencher o tamanho de uma folha de sulfite, tamanho A4. Desta forma a ausência de detalhes minimalistas dificultam a pintura para a criança e exige maior coordenação motora.
Quando a criança mesma é quem faz o desenho, isso se torna ainda mais benéfico para ela. Desta forma tudo que ela faz, mesmo que para um adulto pareça sem sentido ou que não tem nada a não ser um monte de rabiscos, ela consegue enxergar muitas coisas. Para elas pode ser sua família, uma casa, um dragão, uma paisagem etc.
Edith Derdik (1989), Fala sobre a forma como os veículos de comunicação interferem no imaginário infantil: “Cada vez mais a conduta infantil é marcada pelos clichês, pelas citações e imagens emprestadas. A TV traz o mundo para você. O imaginário contemporâneo é entregue a domicílio. A criança é submetida a um profundo condicionamento cultural, e é sobre estes conteúdos que a criança vai operar. A ilustração, o desenho animado, a história em quadrinhos, a propaganda, a embalagem são representações que se tornam quase realidades. O elefante desenhado é mais verdadeiro e presente do que o verdadeiro elefante que mora no zoológico, onde a criança raramente vai. Vivemos hoje sob o signo da ficção e da paródia.”
Os pais devem estar atentos ao que a criança faz e nunca desestimular dizendo coisas do tipo: “Você ainda não sabe desenhar” ou “Eu não estou entendendo nada do que você fez.” Pelo contrário, quanto mais desenhos ela tentar fazer, melhor será para que ela desenvolva a imaginação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Publicidade