Dieta das Proteínas

A proposta desta dieta é buscar o emagrecimento diminuindo a ingestão de carboidratos da alimentação (como massas, batatas, pães, etc.) e aumentando a ingestão de fontes de proteínas e gorduras (carnes, ovos, laticínios, etc.).
Segundo especialistas, o excesso de carboidrato estimula a produção de insulina, um hormônio anabólico que estimula a fome. Além disso, com a falta de carboidratos, o corpo passa a buscar energia nas gorduras.
Logo, o objetivo da dieta das proteínas é queimar gorduras e diminuir o apetite.
A dieta foi popularizada, e necessitou de uma adaptação para a população brasileira. Foram retiradas as gorduras saturadas (como frituras, bacon, salgadinhos, etc.) e foram adicionados leite e frutas (alimentos que contém carboidratos). Tais alimentos são necessários para fornecer energia ao corpo.
Atente-se: caso não seja seguida corretamente, a dieta pode ser prejudicial à saúde. Além disso, o ideal é utilizá-la por períodos curtos: até um mês e meio, no máximo.
Por ser uma dieta com baixíssimas quantidades de calorias, é de se esperar que se perca peso rapidamente. Após isso, é recomendado que o indivíduo siga outra dieta, com o objetivo de manter o peso, ou perdê-lo de forma mais lenta.
A dieta não é recomendada para crianças, grávidas, pessoas com problemas renais, diabetes, ou doenças cardíacas.
São permitidos verduras, carnes e frutas. São proibidas massas, pães, doces não diet e arroz.

Sugestão de dieta:

CAFÉ DA MANHÃ:

– Ovos ou omelete com queijo e presunto.

– Chá ou café.

– Suco diet.

– Pão diet ou integral/ de grãos (após 15 dias).

– Margarina light.

– Presunto, queijo ou salame.

– Leite desnatado ou leite de soja.

– Frutas.

ALMOÇO:

– Saladas em geral, salpicão.

– Carnes bovinas, suínas, ou de aves. (Sem molho).

– Peixes, Camarão, Lagosta ou carangueijo.

– Ovos cozidos ou mexidos.

– Suco ou refrigerante diet.

OPÇÕES DE SOBREMESA:

– Frutas.

– Gelatina.

– Queijo branco com geléias diet.

CAFÉ DA TARDE:

– Chá ou café.

– Queijos brancos.

– Salames.

– Leite desnatado ou de soja.

JANTAR:

– Apenas alimentos leves, sem carboidratos.

É importante destacar:
O Hgh, hormônio do crescimento humano, que é conhecido por reduzir os níveis de gordura no corpo, é liberado em maiores proporções à noite. Porém, os carboidratos e açúcares, quebram esta produção, diminuindo os níveis deste hormônio. Porém, além de um bom sono, é ideal não ingerir muito carboidrato e açúcar antes do sono.
Alimentos como a berinjela podem adequar-se muito bem à dieta, por regularem o colesterol.

Boa dieta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade