E viva 7 de setembro!

O dia 07 de setembro é feriado nacional, dia de homenagear a nossa pátria e relembrar a sua história. Todo mundo que passou pela escola aprendeu como ocorreu a Independência do Brasil, mas será que ainda se lembram de tudo? Aproveitando que a data está próxima, vamos relembrar esses importantes fatos.
Assim que foi descoberto pelos portugueses no ano de 1500, o Brasil passou a ser dominado pela família real portuguesa. O rei Dom João deixou o seu filho Dom Pedro por aqui para cuidar de tudo, e ao contrário do pai, ele conquistou a simpatia dos habitantes. Os brasileiros não concordavam com as normas abusivas do governo português, que escravizava o povo, cobrava altos impostos e explorava as riquezas locais para comercializar em outros países. O príncipe-regente começou a lutar pelos direitos do povo e a coroa portuguesa rapidamente tomou uma atitude para pôr fim nisso. D. Pedro recebeu uma ordem de seu pai para voltar a Portugal, e os brasileiros protestaram com um abaixo-assinado contando com oito mil assinaturas, que pedia para o ele permanecer no Brasil. O príncipe não atendeu ao chamado da Coroa Portuguesa, declarando sua decisão no dia 09 de janeiro de 1822 através de um manifesto. Esse dia ficou conhecido como o “Dia do Fico”.

E-viva-7-de-setembro-dia-e-feriado

Viva 7 de setembro

Para impedir a interferência de Portugal, D. Pedro decretou que nenhuma lei de Portugal teria validade no país sem a sua aprovação e o D. João ficou enfurecido a ponto de mandar suas tropas o buscarem a força. O Brasil se dividiu entre os colonizadores que apoiavam a independência e os portugueses que apoiavam o rei. Acontecerem muitas lutas, D. Pedro visitou algumas regiões, e quando estava às margens do riacho Ipiranga em São Paulo, recebeu correspondências da Coroa Portuguesa que exigiam seu retorno a Portugal e anulavam os decretos que havia criado. Entre elas, haviam cartas de D. Leopoldina e de José Bonifácio o aconselhando a proclamar a independência, e foi quando o príncipe discursou, ergueu sua espada e gritou “Independência ou Morte”!
Então, no dia 07 de setembro de 1822, o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal e depois de um tempo, D. Pedro I foi coroado imperador do Brasil.
Revoltas como a Conjuração Mineira e a Conjuração Baiana também ajudaram a reforçar o desejo de independência do povo brasileiro. Tiradentes pagou com a vida por isso, mas nunca virou uma figura histórica muito respeitada por sua coragem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade