Em sua volta no UFC, Anderson Silva derrota Nick Diaz

O Sábado do dia 31 de Janeiro de 2015 ficará marcado para sempre para muitas pessoas, mas em especial para Anderson “Spider” Silva. Muitos brasileiros e amantes do UFC estavam com saudades já do grande lutador Anderson Silva, afinal de contas, já fazia 398 dias que ele não participava de uma luta.

Desde que quebrou a perna contra o lutador Chris Weidman no dia 28 de Dezembro de 2013, aquela noite não foi somente de tristeza para Anderson Silva, mas também para todos os brasileiros e amantes do UFC, pois ali no octógono, uma cena chocava todos que estavam vendo a luta e após isso muitas duvidas vieram. Será que ele voltaria a lutar? E se voltasse? Como ele lidaria com o medo de aplicar golpes com a perna que um dia já foi quebrada em uma luta?

Em sua volta no UFC, Anderson Silva derrota Nick Diaz

Em sua volta no UFC, Anderson Silva derrota Nick Diaz

E meio a muitas incertezas, uma coisa era certa, Anderson Silva queria voltar, isso era demonstrado em sua recuperação que a cada dia que se passava, o Spider se recuperava mais rápido e ficava mais próximo de sua volta ao UFC.

A luta tão aguardada foi ontem contra Nick Diaz, o lutador americano começou provocando Anderson Silva, se jogando no chão, dando o rosto para bater, dançando, mas o Spider não caiu na provocação e lutou seriamente, aos poucos Diaz foi diminuindo as provocações e tentava alguma reação, mas na maioria das vezes sem sucesso, Anderson Silva foi melhor, mostrou grandes diversidades de golpes, inclusive bateu com a perna que foi quebrada contra Weidman e venceu por decisão unanime dos jurados. A vitória era certa, os estragos no rosto de Nick e os golpes durantes os 5 rounds confirmavam o que todos já sabiam. Ao fim da luta, Anderson Silva se emocionou e chorou no octógono. Ao fim da luta ainda agradeceu a Deus, aos amigos, família e o médico que operou ele, dizendo as seguintes palavras:

“Eu não sei o que dizer. Obrigado, Deus, por me dar mais uma chance. Obrigado aos meus amigos e à minha família. Esse momento é muito importante para mim, para toda a minha família e para todos os brasileiros. Queria agradecer a todos vocês que estiveram aqui, a todos os brasileiros. Esse momento, para mim, é muito importante por conta de tudo o que sofri neste um ano. Achei que não ia voltar a lutar no começo. Queria agradecer ao Dr. Márcio Tannure, ao médico que me operou aqui, ao Dana White, ao Lorenzo Fertitta e a todo mundo que me apoiou até aqui “

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade