Fibromialgia

A fibromialgia se refere a uma condição dolorosa generalizada e crônica. Se considera como síndrome pelo fato de acarretar uma série de manifestações clínicas: dor, distúrbio do sono, indisposição e fadiga.

No momento, vê-se a fibromialgia como um tipo de reumatismo ligado à sensibilidade quanto a um estímulo doloroso. Refere-se a reumatismo por envolver músculos, tendões e ligamentos.

A medicina ortomolecular não tem bases científicas para ser considerada uma forma de cura da fibromialgia. Ela, portanto, não é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina como especialidade médica. Apesar de muito se dizer isso, a fibormialgia, na verdade, não tem cura ainda.

As manifestações desta doença tendem a se iniciar já na vida adulta. No entanto, muitas pessoas alegam apresentarem os sintomas desde a infância. Em ambulatórios de Reumatologia Pediátrica a frequência com que aparecem pacientes reclamando dores musculoesqueléticas chega a 55%.

O tratamento se baseia em:

* Massagens e acumputura;

* Acompanhamento psicológico;

* Uso de analgésicos e anti-inflamatórios associados a antidepressivos tricíclicos;

* Atividade física regular.

Já os sintomas como um todo são:

* Sensibilidade durante a micção;

* Distúrbios emocionais e psicológicos;

* Fadiga;

* Cafaleia;

* Alterações no sono;

* Falta de disposição e energia;

* Síndrome do cólon irritável;

* Dor generalizada e recividivante.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade