Hoje é o dia de Santo Antônio

Por quê ele tem a fama de santo casamenteiro?

Santo Antônio é um dos santos mais queridos e populares da Igreja Católica, conhecido pela sua dedicação aos humildes e seu admirável dom para pregação, que conquistava multidões. Portador do título de Padroeiro das Famílias por evangelizá-las com valorizando o amor, ele também intercedia pelos casais e pelas pessoas que buscavam a felicidade através de um casamento. Como era protetor dos pobres, Santo Antônio casava muitos noivos sem exigir a contribuição financeira destinada à igreja. Não dá pra afirmar um fato específico que deu a ele essa fama de casamenteiro, são várias versões, lendas e milagres que ocorreram na época e segundo muitos fiéis, acontecem até hoje. Bom, o importante é ter fé, quando a gente acredita e deseje de coração tudo pode acontecer.

Algumas versões:

Em Nápoles, vivia uma linda moça que estava passando por graves dificuldades financeiras.  Diante da situação, a mãe tenta persuadi-la a se prostituir, mas a jovem não aceita de forma alguma. Desesperada, vai até seu altar suplicar ajuda a Santo Antônio. Então, cai em suas mãos uma carta destinada a um comerciante da cidade. Nela estava escrito que o homem deveria dar a ela moedas de prata equivalentes ao peso do papel. A moça vai até o balcão e entrega a carta ao comerciante, que a coloca na balança. Surpreendentemente, são necessárias 400 escudos de prata para a balança ficar equilibrada. O homem, assustado, entrega todo o dinheiro e a moça parte para sua casa agradecida e feliz. Com a quantia, consegue ajudar sua mãe, e logo que todos ficam sabendo de sua honestidade e pureza, aparece um noivo para ela.

Em outra versão dessa mesma história, a moça suplica ao santo por não ter dinheiro para pagar o dote de casamento. O comerciante, ao pesar os 400 escudos, se lembra de que tinha uma dívida com o santo: tinha prometido dar exatamente a mesma quantia em uma antiga promessa não cumprida. No final, com o dinheiro a moça se casou de acordo com o costume da época.

Mais uma história: uma moça já sem esperanças de arranjar um marido, recorre a Santo Antônio para que seu pedido vire realidade. A partir daí, ela coloca uma imagem do santo em um oratório e lhe traz flores diariamente reforçando o pedido. Passam-se anos e nada acontece. Frustrada, a moça atira a imagem pela janela. Um jovem que passava pelo local é atingido e bate à porta da casa para devolver a imagem.  Os dois jovens se apaixonam e têm um final feliz.

Com as histórias se espalhando, os pedidos de casamento a Santo Antônio se multiplicaram, e logo surgiram simpatias (não reconhecidas pela Igreja) e “negociações” um tanto curiosas: algumas moças retiram o menino Jesus do colo do santo até conseguirem um namorado/marido e outras colocam a imagem de Santo Antônio de cabeça pra baixo como castigo até terem seu pedido realizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade