Ipê roxo

O ipê roxo é uma árvore de porte médio que floresce durante o outono para se reproduzir. Ele é o primeiro ipê a florir no ano, o que começa em junho e pode durar até agosto. Esta árvore também é uma protagonista no combate ao efeito estufa, já que ele absorve uma grande quantidade de gás carbônico e libera muito oxigênio. O mais triste é saber que esta árvore corre risco de extinção.

Ele recebe alguns nomes diferentes em algumas regiões do país: peúva (MS), pau-d’arco-rosa (BA), ipê-de-flor-roxa/ipê-piranga/ipê-preto (RJ,RS), ipê-uva/pau-d’arco (BA), caboré/guaraíba/ipê (RJ,SC), piúva (MS, MT), ipê-roxo-anão (SP), pau-d’arco-roxo (BA, MG), ipê-rosa (MG). Na Argentina, ele é chamado de lapacho e no Paraguai de lapacho negro.

O ipê roxo se divide em várias espécies, de acordo com seu nome científico, que são:

* Tabebuia heptaphylla;

* Tabebuia avellanedae;

* Tabebuia impetiginosa.

Um estudo realizado por cientistas americanos apontam que o ipê roxo ainda pode combater o câncer. O estudo mostrou que uma substância extraída da casca da árvore foi capaz de matar uma célula cancerígena, de acordo com publicação na revista Proceedings of the National Academy os Sciences.

Pesquisadores do Centro Médico Southwestern, da Universidade do Texas, acredita que um novo tratamento pode ser realizado para combater um tipo de câncer dentre os mais comuns, que seria o de pulmão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade