James Jim, a voz de The Doors

James Douglas Morrison nasceu em 8 de dezembro de 1943 em Melbourne, Flórida. Filho de George Stephen Morrison e Clara Clark Morrison, que eram funcionários da marinha americana. Ficou famoso por ter sido o vocalista da inesquecível banda de rock The Doors.

Em 1947, com apenas 4 anos de idade o cantor descreveu algo impressionante: “A primeira vez que descobri a morte… eu, os meus pais e os meus avós, íamos de automóvel no meio do deserto ao amanhecer. Um caminhão carregado de índios, tinha chocado com outra viatura e havia índios espalhados por toda a auto-estrada, sangrando. Eu era apenas uma criança e fui obrigado a ficar dentro do automóvel enquanto os meus pais foram ver o que se passava. Não consegui ver nada – para mim era apenas tinta vermelha esquisita e pessoas deitadas no chão, mas sentia que alguma coisa se tinha passado, porque conseguia perceber a vibração das pessoas à minha volta, então de repente apercebi-me que elas não sabiam mais do que eu sobre o que tinha acontecido. Esta foi a primeira vez que senti medo… e eu penso que nessa altura as almas daqueles índios mortos – talvez de um ou dois deles – andavam a correr e aos pulos e vieram parar à minha alma, e eu, apenas como uma esponja, ali sentado a absorvê-las.”

O mais impressionante deste relato é que, de acordo com os pais de Morrison, isso jamais aconteceu. Acreditava-se que ele havia tido um pesadelo, porém via-se o quanto o pequeno James Jim ficou abalado. Em músicas como Peace Frog e Ghost Song é possível notar as citações que o cantor fez ao ocorrido com os índios.

Quando ele esteve na Califórnia frequentando a Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) cursando cinema, James Jim perambulou por vários lugares, dormindo em sofás, descansando em telhados. Assim que se graduou ele encontrou-se com um antigo colega, Ray Manzarek que leu para ele alguns poemas e os fez resolver montar uma banda de rock. Para formar esta banda juntou-se a eles Robby Krieger e John Densmore, que Ray conheceu nas aulas de meditação que frequentava.

 

O nome da banda surgiu a partir do livro The Doors of Perception de Aldous Huxley, no qual foi nomeada The Doors. Morrinson tinha um estilo único de cantar e poesias que tocavam ao misticismo.

Antes mesmo de a banda dar início, o cantor passou a consumir drogas, álcool e se entregar a vários prazeres da vida. Isso o levou a chegar até mesmo embriagado em algumas gravações como foi o caso de Five To One, na qual se ouvia James Jim soluçando.

No ano de 1971 os membros da banda decidiram que seria melhor dar um tempo e Morrinson foi para Paris junto de sua namorada, Pamela Courson. Ele acabou se aventurando na carreira solo em duas oportunidades: primeiro em março de 1969 e depois em dezembro de 1970.

Em Paris ele morreu em 3 de julho de 1971 dentro de uma banheira e com apenas 27 anos de idade. A causa de sua morte e misteriosa, mas no relatório oficial consta que teria sido um ataque do coração. Algumas pessoas especularam um assassinato planejado pelas autoridades norte-americanas, já que ele foi o quarto de uma série de assassinatos de pessoas, todas com seus 27 anos (os outros foram Jimi Hendrix, Janis Joplin e Brian Jones).

Hoje o que se sabe mesmo é que James Jim escreveu sua história no coração de milhões de fãs e se tornou uma lenda no rock.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade