O mistério paira no Triângulo das Bermudas

Aviões e barcos já desapareceram na área que compreende Bermuda, Porto Rico e Fort Lauderdale no Oceano Atlântico. O motivo é o fato de que por lá as bússolas não conseguem apontar o norte magnético.

O desaparecimento mais famoso ocorreu em dezembro de 1945 quando o Voo 19 constituído de cinco aviões de bombardeiro da marinha sumiram enquanto era realizado um exercício de treinamento.

O nome Triângulo das Bermudas foi usado pela primeira vez por Vincent H. Garddis, em 1964. Além deste nome, também é conhecida como Mar do Diabo, Triângulo Maldito, Triângulo da Morte, Mar dos Barcos Perdidos, Cemitério de Barcos, Triângulo do Diabo e muitos outros.

 

O mistério paira no Triângulo das Bermudas

Uma teoria para tentar explicar todo esse mistério surgiu em 1998. Conhecida como Teoria das Bolhas de Gás Metano, ela foi elaborada pelo geólogo inglês Bem Chennell e se refere a várias reservas de metano congelado e comprimido no fundo do oceano que ao desmoronarem causam explosões submarinas. Isso faz com que o ar e a água se desloque fazendo com que as embarcações afundem.

No caso de aviões desaparecidos, o inglês também deu uma explicação. De acordo com ele, nos casos mais extremos as explosões de gás fariam super aquecer os motores dos aviões. A única explicação que ele não soube dar foi de como alguns barcos apareciam intactos, mas sem nenhum de seus tripulantes dentro.

A verdade é que ninguém ainda chegou a uma explicação final que defina o que afinal acontece no Triângulo das Bermudas, mas as investigações não irão parar até que tudo seja solucionado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade