Ocupação na cracolândia pela PM vai durar mais seis meses.

A ocupação na cracolândia (que fica na região central da capital, nas proximidades da famosa Rua Santa Ifigênia e da estação da Luz do metrô) e de bairros adjacentes por policiais militares vai durar pelo menos mais seis meses, segundo o comandante-geral da PM, coronel Álvaro Batista Camilo.
Durante esse período, 287 homens com apoio de 117 carros e 26 motos permanecerão no local, além de bicicletas, cavalos, cachorros e do helicóptero Águia. (Normalmente, o efetivo é de 28 agentes, divididos em dois turnos).
Camilo anunciou também uma série de  normas que devem ser seguidas pelos policiais. São regras como: “a postura deve ser enérgica sem demonstração de agressividade, porém ostensiva e desestimuladora” e “dependentes químicos têm a opção de buscar tratamento adequado, fornecido pelos órgãos assistenciais e de tratamento”.
Segundo o comandante, o objetivo no primeiro mês é diminuir a atuação dos traficantes, e, nos seguintes, a PM ficar para garantir trabalhos de saúde e assistência social. Após isto, a PM irá avaliar se diminuirá o efetivo ou não.
A PM tem como plano manter 120 homens vindos do Comando de Policiamento da Capital, concentrados nas ruas da cracolândia. Outros 152 homens são oriundos do Policiamento de Choque e farão rondas permanentes nos bairros vizinhos, para evitar a migração dos usuários nas adjacências. Participam da operação também 12 bombeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade