Os melhores filmes de animação da disney

Os estúdios Disney acumulam décadas de filmes de animação já lançados e estão sempre apresentando novas produções com histórias inovadoras. Apesar do sucesso das animações mais recentes, os clássicos nunca perdem seu posto na lista das melhores animações da Disney, afinal, são histórias que marcaram várias gerações e são populares até hoje, sendo citadas e adaptadas no desenvolvimento de outras criações. Tanto as crianças quanto os adultos adoram esses desenhos, saiba quais são eles:

Fantasia (1940) – bem original para a época, reúne 8 sequências animadas acompanhas por músicas clássicas. Não foi exatamente um filme para crianças e seu estilo não foi bem recebido pela crítica e pelo público. Começou a fazer sucesso na década de 60, e ao ser relançado na coleção Walt Disney Classics em 1990, foi um dos VHS mais vendidos de todos os tempos.

Pinóquio (1940) – o carinho entre o simpático madeireiro Geppetto e o boneco de madeira que ganha vida encantou o público, que se comoveu com a fragilidade de Pinóquio.

 

Os melhores filmes de animação da disney

Cinderela (1950) – é um clássico conto de fadas. Quem não conhece a história da mocinha humilde escravizada pela família, que tem uma noite de princesa concedida por uma fada, perde o sapatinho de cristal em um grande baile e é resgatada pelo príncipe?

A Dama e o Vagabundo (1955) – uma animação romântica que mostra o amor entre uma cadela de raça e um cachorro vira lata, deixando a mensagem de que o amor supera barreiras. A cena em que os dois dividem um prato de macarrão é a mais marcante.

Peter Pan (1953) – baseado na peça de J.M. Barrie, é uma história cheia de aventuras que se passam na fantástica Terra do Nunca. Lá vive Peter Pan e seus amigos, que querem ser crianças para sempre, e tentam convencer Wendy e seus irmãos a desejarem o mesmo. Juntos ele enfrentam o vilão Capitão Gancho e seus companheiros piratas, recebendo o apoio das fadas, em especial a fada Sininho.

A Bela Adormecida (1959) – outro conto de fadas com princesa e príncipe apaixonados. Ao espetar o dedo no fuso de uma roca, a jovem Aurora concretiza uma maldição que lhe foi rogada ainda bebê pela Rainha Maléovola, e cai em um sono profundo de 100 anos. As simpáticas fadas madrinhas Flora, Fauna e Primavera, descobrem que o feitiço pode ser quebrado com um beijo doce e verdadeiro de amor, e entram em ação para ajudar a princesa adormecida. Mais equilibrado, essa animação não fica só no romantismo, tem ação, suspense e humor.

Aladdin (1992) – seguindo o estilo “Mil e Uma Noites”, com cenário mágico e oriental,a animação foi uma febre. O personagem Aladdin é bem diferente dos príncipes convencionais e se mete em muitas aventuras ao encontrar uma lâmpada mágica com um divertido Gênio da Lâmpada dentro. A trilha sonora é muito boa, e o casal Jasmine e Aladdin foram feios um para o outro.

Branca de Neve e os Sete Anões (1937) – uma obra prima que inaugurou a era dos desenhos em formato de longa- metragem. É o preferido de muitas pessoas e foi ganhador do Oscar. Difícil quem não conheça a história: uma moça de pele bem branquinha que causa inveja na madrasta e foge para o bosque para não ser morta por ela, sendo acolhida por sete anões. Como todo conto de fadas, aparece um príncipe para salvá-la.

A Bela e a Fera (1991) – um romance com toques de suspense e ação, uma belíssima canção e um ótimo final. A história da criatura (Fera) que necessita despertar o amor da jovem Bela para quebrar sua maldição encantou e ainda encanta o público.

O Rei Leão (1994) – essa animação é uma das mais emocionantes da Disney, o primeiro com roteiro não adaptado de fábulas e clássicos literários. Todos os personagens são animais, porém, demonstram sentimentos que conhecemos bem. Na trama há muita aventura, romance, intrigas, belíssimas canções e momentos tensos e tristes. Quem assiste nunca se esquece.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade