Peanuts – A mais longa historia contada por um ser humano

Peanuts (conhecido no Brasil como Minduim) foi uma tira de jornal escrita e desenhada pelo cartunista norte-americano Charles Schulz, publicada de 2 de outubro de 1950 a 12 de fevereiro de 2000. Foi uma das mais populares e influentes da história da mídia, tendo 17,897 tiras publicadas, fazendo-a a “mais longa história contada por um ser humano”, de acordo com Robert Thompson, da Universidade de Syracuse. No seu ápice, Peanuts aparecia em mais de 2600 jornais, com aproximadamente 355 milhões de leitores em 75 países, e foi traduzido para 40 línguas. Peanuts ajudou a tornar as tiras a quatro quadrinhos um padrão nos Estados Unidos.
Peanuts conseguiu um sucesso considerável com seus especiais de TV, muitos deles, incluindo A Charlie Brown Christmas (“O Natal do Charlie Brown” no Brasil) e It’s the Great Pumpkin, Charlie Brown (“Charlie Brown e a Grande Abóbora” no Brasil), sendo nomeados ao prêmio Emmy.

 

Peanuts - A mais longa historia contada por um ser humano

Peanuts - A mais longa historia contada por um ser humano

Peanuts teve sua origem em Li’l Folks, uma tira semanal que aparecia na cidade natal de Schulz, o St. Paul Pioneer Press, de 1947 à 1950. Peanuts teve sua estreia em 2 de Outubro de 1950, em nove jornais diferentes. Começou como uma tira diária. A primeira tinha quatro quadros e mostrava Charlie Brown passando perto de duas outras crianças, Shermy e Patty. Shermy elogia Charlie enquanto ele passa, mas depois diz a Patty como ele o odeia no último quadro. Isso era inovador na época, sendo que antes disso, raramente crianças mostravam ódio por outros em tira de quadrinhos.
Peanuts é notável por sua crítica social, especialmente comparada a outras tiras dos anos 50 e 60. Schulz satirizava vários assuntos, da Guerra no Vietnam, aos códigos de vestimenta nas escolas e a “matemática moderna”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade