Tratamento para estrias

As estrias são outro tormento na vida das mulheres, apavorando mais ainda pela maior dificuldade de tratamento (principalmente na pele negra) em relação às celulites. As causas para seu surgimento variam, podem ser predisposição genética, tipo de alimentação, períodos de puberdade ou gravidez, perda e ganho de peso, depende do caso. Geralmente aparecem nas mulheres, nas mamas, coxas, nádegas, barriga, entre outras partes do corpo, mas os homens também não ficam livres desse mal. Quando estão na fase de desenvolvimento (fininhas e avermelhadas), podem ser curadas a tempo, mas se estão espessas e branquinhas…aí está o problema. Saiba o que acontece:
Quando a camada intermediária da pele é esticada demais, a elasticidade começa a se quebrar e ocasiona um pequeno sangramento e uma inflamação do tecido, que forma cicatrizes de cor púrpura. Surgem as primeiras estrias. Após um tempo, essas marcas vão se curando, ficando esbranquiçadas pela interrupção da produção de colágeno natural e perda de células protetoras de pigmento.
Existem vários tratamentos para amenizar e combater as estrias, com cremes, cirurgias, peelings e outras técnicas. Alguns não são comprovados cientificamente; sumir com elas de vez é o que busca a ciência busca a ciência, apesar de alguns resultados chegarem a 90% de redução. As cirurgias para remoção são recomendadas em casos extremos, pois elas podem ser dolorosas e perigosas.

Alguns tratamentos:

Tratamentos com ácidos – feito com a aplicação de cremes ou gel à base de ácido retinoico (proibido para as grávidas) ou alfa-hidroxi-ácidos, que aceleram a renovação celular e atuam na formação de colágeno novo. O ácido retinoico também é usado nos peelings corporais. Resultados visíveis em 3 meses.

Cremes à base de ácido hialurônico – ajudam no preenchimento das estrias. Não se exponha ao sol durante o tratamento.

Dermoabrasão (peeling de cristal) – lixamento da pele com um aparelho que permite a passagem de óxido de alumínio para a remoção da camada superficial, o que estimula o colágeno.

Cirurgia de remoção – retira excesso de gorduras e pele, esticando-a. Recomenda-se que os pacientes estejam no peso correto e deixem de fumar alguns dias antes para evitar infecções e se recuperarem melhor. Pode deixar cicatrizes, hematomas e irregularidade de peso no futuro.

Tratamento Laser para Estrias ajudam no desaparecimento das estrias através de várias sessões. Geralmente não remove por completo, mas gera bons resultados de até 90%. Nas estrias vermelhas, o laser pulsado é a melhor opção, já as brancas necessitam do laser fracionário. Este último oferece alguns riscos de hiperpigmentação pós-inflamatória em indivíduos mais escuros, mas nada que seja permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade