Zacarias – nosso eterno trapalhão

No dia 18 de janeiro de 1934, nasceu em Sete Lagoas, Minas Gerais, Mauro Paccio Gonçalves, mais tarde conhecido como Zacarias. Trabalhou em uma rádio da cidade e depois mudou-se para Belo Horizonte, onde continuou a trabalhar em programas humorísticos de rádio. Tentou estudar Arquitetura, mas não tinha condições financeiras para prosseguir. Com o destaque de seu programa, estreou na televisão no Tribunal de Calouros, e em 1963 recebeu uma proposta para trabalhar na TV Excelsior, do Rio de Janeiro. Criou cinco personagens, entre eles o Garçom Moranguinho, que fez muito sucesso. Mais tarde, quando atuava na Recordo, foi convidado por Renato Aragão a integrar o grupo “Os Trapalhões” em 1976. Interpretando o personagem Zacarias, alegrou a vida de muita gente que cresceu junto com quadros na TV e os filmes do quarteto. O personagem, com sua peruca constantemente arrancada e roubada, era meigo, engraçado, e tinha uma risada característica, que virou a sua marca.
Para a tristeza de todos os amigos e fãs, faleceu no dia 18 de março de 1990, no Rio de Janeiro, devido a uma insuficiência respiratória em conseqüência de uma infecção pulmonar. Seu último filme foi “Uma Escola Atrapalhada”. Foi sepultado em Sete Lagoas e comoveu profundamente crianças e colegas de trabalho. Renato Aragão, o Didi, declarou ter perdido um filho caçula, pois era assim que considerava Zacarias. Junto com Dedé Santana estava muito emocionado; Mussum estava em outra cidade e não pôde estar presente.
Para aqueles que tiveram a oportunidade de conhecer o personagem, resta uma eterna e alegre lembrança; para quem não conheceu, vale a pena pesquisar e assistir seu trabalho para ver como era um humor de qualidade. Pena que o tempo não volta mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade